Ano 2009.
A Solicitante instaurou o procedimento arbitral visando o reconhecimento e confirmação da rescisão do contrato de prestação de serviços firmado entre as partes; pagamento de horas de serviços prestados excedentes ao limite de 168 horas previstas contratualmente; quitação plena e irrevogável. Período arbitrável de 20 de setembro de 2007 a 31 de agosto de 2009.
As partes transigiram, restando acertado que a Solicitante pagará à Solicitada a quantia à vista de R$ 37.441,93.
Diante disso, declaram nada mais ter a receber uma da outra, a que título for, dando-se mutuamente plena e geral quitação quanto ao objeto do presente acordo.